11/09/2005

Hermanos, mas pouco...

Boas aventuranças juventude de lameiros e bouças!!!
Hoje fiquei de certo modo chocado com a notícia que vi nos telejornais nacionais... Mais um caso solene de acidentes de trabalho! O que me deixou deveras estupfacto foi de nãoter acontecido em território Parolandês (tuga) mas sim em território de "nuestros hermanos!". Cá em Portugal é uso da terra todos os santos dias morrer um trolha com uma telha bem aviada em cima da mona, ou então por ter tentado fazer "bundji-jumping" (isto lido é um espetáculo!!!) sem os elásticos das cuecas lesos, ou então simplesmente matou-se porque a bejeca estava quente! Agora em España?!?!?! Isso não pode ser... Antigamente os tugas só morriam em espanha por duas razões: ou com os dentes colados por causa dos caramelos estarem muito duros, ou então com um tomate certeiro na região do gargalo ali pos lados de Pamplona... Mas os nossos Hermanos tinham uma carta bem escondida! "E que tal uma ponte nos cornos dos tugas?!" lá pensaram eles... E não é que resulta? Só duma vez foram 4!!! E mais dois po estaleiro!!! Agora é pensar: "Será que vale apena ir pó estrangeiro morrer com tamanho peso na consciência (toneladas, vejam lá bem!) do que morrer cá, pertinho de casa e com uma bejeca no papo?! Concerteza que não!"
Por isso meus camaradas trolhistas e afins, ir pró estrangeiro chapar massa num tá com nada... Chapem cá que o país e as agências funerárias agradecem!
Um bem haja à classe operária, um bem haja a quem bebe umas bjecas pa por o motor a funcionar!!!!

1 Comments:

Anonymous O mesmo gajo de sempre said...

Estás a melhorar a olhos vistos!
Este está um espectáculo!
Continua...

12:12 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home